Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

28
Fev15

Goodbye, Mr.Spock

imagesR6B0U1N0.jpg

Morreu o ator norte-americano, Leonard Nimoy, de 83 anos que durante décadas encarnou a personagem de Mr. Spock em Star Trek, a Guerra das Estrelas.

Desaparece assim um homem que marcou profundamente a ficção científica no grande ecrã e faz parte do nosso imaginário, mas fica a lenda e a frase mítica tantas vezes repetida por Mr. Spock : live long and prosper.

28
Fev15

Discurso de Costa sob o signo da Cabra

A comunidade chinesa em Portugal comemorou no Casino da Póvoa de Varzim a entrada do ano da Cabra no calendário chinês, numa iniciativa onde a comunicação social não esteve presente.

No evento, Costa foi distinguido como personalidade do ano e proferiu um discurso onde, a dada altura, agradeceu o apoio do investimento chinês a Portugal, afirmando: «numa ocasião difícil para o país, em que muitos não acreditaram que o país tinha condições para enfrentar e vencer a crise, a verdade é que os investidores chineses disseram presente». Mas foi mais longe, ao dizer que a comunidade chinesa deu «um grande contributo para que Portugal pudesse estar hoje na situação em que está, bastante diferente daquela em que estava há quatro anos».

As considerações feitas por Costa acabaram por ser conhecidas, através de um artigo de opinião, no jornal Diário Económico, no qual o eurodeputado Nuno Melo fez eco das palavras do líder socialista. 

As declarações de António Costa foram encaradas com surpresa por alguns socialistas, nomeadamente por Alfredo Barroso que aproveitou o pretexto para se desvincular do partido socialista do qual é fundador, justificando deste modo a sua atitude: «nunca me passou pela cabeça que um secretário-geral do PS se atrevesse a prestar vassalagem à ditadura comunista e neoliberal da República Popular da China, e se atrevesse a declarar, sem o menor respeito por centenas de milhares de desempregados e cerca de dois milhões de portugueses no limiar da pobreza, que Portugal está hoje melhor do que há quatro anos». Em contrapartida,  a direita rejubilou, agarrando este filão para nunca mais o largar.

Vamos por partes: que o país está melhor hoje do que há 4 anos parece-me uma evidência que não oferece qualquer contestação, se nos lembrarmos que foi justamente em 2011 que recorremos à ajuda externa porque não conseguirmos financiar nos mercados, dados as altas taxas de juros e a nossa incapacidade de atrair investimento para o país. Nessa medida Portugal hoje está numa situação económica mais favorável, embora politica e socialmente não.

O objetivo que esteve subjacente à intervenção de Costa não era político, era económico: agradecer o investimento chinês significou, tão só, incentivar a mais investimento e não mostrar em público as nossas fragilidades (não era isso que se pretendia).

Acresce, que não apenas Portugal mas em praticamente em todo o mundo recorre-se ao investimento chinês, dado ter este país uma economia pujante em franco desenvolvimento. Só países ricos, com uma economia muito estável, podem deixar de o fazer. Será isso «prestar vassalagem à ditadura comunista e neoliberal da República Popular da China»? Não me parece.

O que me parece realmente é que PSD e CDS-PP estão a criar um facto político sobre este assunto ao descontextualizar umas palavras de uma cerimónia protocolar em que António Costa participou enquanto presidente da Câmara de Lisboa, proferindo afirmações que são irrefutáveis,pretendo com isso criar dividendos políticos eleitorais e assim desviar a atenção dos portugueses dos reais problemas do país.

A Liga dos Chineses em Portugal já veio lamentar a utilização do ano novo chinês como «ferramenta política» e acusou os políticos e a comunicação social de descontextualizarem parte do discurso do líder do PS sobre a evolução do país.

27
Fev15

Sporting fora da Liga Europa

tanaka.png

O sporting (SCP) está fora da Liga Europa, mas apenas se pode queixar de si próprio e da excelente exibição do guarda-redes adversário, o suíço Benaglio, melhor jogador em campo.

Boa atitude da equipa de Alvalade a demonstrar desde o primeiro minuto que queria inverter o resultado da Alemanha. Dominou em toda a linha mas faltou o essencial – os golos –

O Wolfsburgo não pressionou minimamente, entrou expectante e deu a iniciativa ao adversário, nunca se expondo demasiado.

Os leões trabalharam muito, mas pecaram na finalização. Os avançados sportinguistas não tiveram, ontem, aquele instituto «matador» para acabar com o jogo e seguir em frente na Liga Europa.

Foi pena até porque ontem tive a nítida perceção de que vitória estava perfeitamente ao alcance do SCP.

26
Fev15

A aparatosa queda de Madonna nos Brit Awards

madonnabritawards.jpg

Ontem, o palco do O2 Arena de Londres acolheu os Brit Awards  para eleger os melhores da música britânica. Sam Smith e Ed Sheeran levaram para casa os prémios «Melhor Artista Britânico Masculino».

Madonna era uma das presenças mais aguardadas da noite que tão cedo não sairá da memória dos que a viram. É que a atuação de Madonna na gala do Brit Awards 2015 não correu da melhor forma. A cantora, de 56 anos, tropeçou na capa que usava e caiu do palco. Híper profissional, a artista levantou-se e continuou o seu espetáculo como se nada tivesse acontecido.

Mais tarde, a própria emitiu um comunicado onde disse estar bem e explicando que a respetiva capa (da Armani) estava «demasiado apertada». «Nada pode parar-me e o amor realmente ajudou-me a levantar», escreveu na rede social Instagram, numa referência à letra da música interpretada durante a cerimónia.

25
Fev15

Atenção de utilizadores de smartphones

02A11CI7.jpg

Um novo estudo sugere que o uso regular dos smartphones podem alterar a postura correta dos seres humanos.

De acordo com uma investigação publicada na revista científica Surgery Technology International consultar o telemóvel diariamente pode ter consequências idênticas a 27 quilos sobre as costas, variando naturalmente do uso que se dá ao telefone (atender chamadas ou consultar aplicações várias horas por dia).

Isto porque ao dobrar a cabeça para consultar o smartphone exercer-se pressão sobre a coluna vertebral e, segundo aquele estudo, «à medida que a cabeça é inclinada para a frente a força gravitacional gerada na coluna sobe para 12 kg se estiver a 15 graus, 18 kg a 30 graus, 22 kg a 45 graus e 27 kg a 60 graus» e tal postura pode danificar seriamente os músculos das costas e do pescoço ao ponto de ser necessária uma intervenção cirúrgica para minimizar os efeitos e a dor.

24
Fev15

Luis Bento (1951-2015)

luis bento.jpg

Foi com grande angústia que recebi a notícia de que o professor Luís Bento nos tinha deixado, para grande tristeza de todos os que o conheciam. Lutou sempre até ao fim contra uma doença que não lhe deu tréguas e que acabou por levar a melhor.

Perdeu-se um grande Homem, um ótimo professor e um grande comunicador. Desapareceu um espírito livre, um dos comentadores políticos que mais gostava de ouvir em televisão e de ler no facebook, pelo qual tinha uma grande admiração!

Era um exemplo de simpatia, inteligência e bom humor.

Adeus, Professor, descanse em paz!

23
Fev15

Óscares 2015: e os vencedores são…

birdman-New-Regency-Pictures-702x336.jpg

Melhor Filme

"Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)", de Alejandro González Iñárritu
 
Melhor Realizador

Alejandro González Iñárritu - "Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)"

Melhor Ator

Eddie Redmayne - "A Teoria de Tudo"

Melhor Atriz

Julianne Moore - "O Meu Nome é Alice"

Melhor Ator Secundário

J. K. Simmons - " Whiplash - Nos Limites"

Melhor Atriz Secundária

Patricia Arquette - "Boyhood: Momentos de Uma Vida"

Melhor Filme Estrangeiro

"Ida", de Pawel Pawlikowski (Polónia)

Melhor Filme de Animação

"Big Hero 6 - Os Novos Heróis", de Don Hall, Chris Williams e Roy Conli

Melhor Documentário

"Citizen Four", de Laura Poitras

Melhor Curta-Metragem

"The Phone Call", de Mat Kirkby e James Lucas

Melhor Curta Documental

"Crisis Hotline: Veterans Press 1", de Ellen Goosenberg Kent e Dana Perry

Melhor Curta-Metragem de Animação

"Feast", de Patrick Osborne e Kristina Reed

Melhor Argumento Original

"Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)" - Alejandro G. Iñarritu, Nicolas Giacobone, Alexander Dinelaris, Armando Bo

Melhor Argumento Adaptado

"O Jogo da Imitação" - Graham Moore

Melhor Canção Original

"Glory", do filme "Selma - A Marcha da Liberdade" (John Stephens e Lonnie Lynn)

Melhor Banda Sonora Original

"Grand Budapest Hotel" - Alexandre Desplat

Melhor Cenografia

"Grand Budapest Hotel" - Adam Stockhausen e Anna Pinnock

Melhor Fotografia

"Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)" - Emmanuel Lubezki

Melhores Efeitos Visuais

"Interstellar" - Paul Franklin, Andrew Lockley, Ian Hunter e Scott Fisher

Melhor Montagem

"Whiplash - Nos Limites" - Tom Cross

Melhor Edição de Som

"Sniper Americano" - Alan Robert Murray e Bub Asman

Melhor Mistura de Som

"Whiplash - Nos Limites" - Craig Mann, Ben Wilkins e Thomas Curley

Melhor Guarda-Roupa

"Grand Budapest Hotel" - Milena Canonero

Melhor Caracterização

"Grande Budapest Hotel" - Frances Hannone e Mark Coulier

22
Fev15

Noite de Óscares

títulos-honestos.jpg

A noite mais aguardada pelos cinéfilos é já esta madrugada. Los Angeles,é esta noite o palco de todas as atenções. Com as estatuetas douradas prestes a serem entregues, o cinema não poderia deixar de estar mais em destaque.

Como todos os anos, a festa junto ao Dolby Theatre tem início horas antes, na red carpet, onde as celebridades desfilam com estilo e glamour.

Os modelos eleitos pelas atrizes mais belas de Hollywood são da autoria de estilistas e designers de joias conceituados internacionalmente e que emprestam as suas griffes para a ocasião. Afinal, todos estão com os olhos postos para a cerimónia dos Óscares. O tapete vermelho acaba por ser uma janela para o mundo.

A cerimónia que vai já na sua 87ª edição, este ano será apresentada por Neil Patrick Harris, o popular Barney Stinson da série televisiva "Foi Assim Que Aconteceu" - ser o anfitrião da noite mais longa de Hollywood. As expectativas são muitas e a fasquia está elevada, depois do sucesso da antecessora Ellen DeGeneres.

Dão-se palpites e fazem-se apostas. «Grand Budapest Hotel» ou «Birdman» são os filmes que somam maior número de nomeações, nove ao todo. Contudo, «Boyhood» tem sido um dos filmes mais premiados e aplaudidos pelos críticos. Espera-se, por isso, uma luta renhida na escolha do melhor filme. m matemático de Harvard desenvolveu um algoritmo com elevado grau de confiança que prevê vitória de «Birdman» nos óscares deste ano. 

Este ano há realizadores que estão nomeados pela primeira vez. Richard Linklater(Boyhooh) e Wes Anderson (Grand Budapest Hotel)  já estiveram nomeados como argumentistas, mas nunca para o prémio de melhor realizador. Relativamente a Morten Tyldum (O Jogo da Imitação) é uma estreia absoluta nos Óscares.

Na representação masculina todos são estreantes à exceção de Bradley Cooper (Sniper Americano). Há ainda a destacar as estreias de Felicity Jones (A Teoria de Tudo), Rosamund Pike (Em Parte Incerta), Patricia Arquette (atriz secundária em Boyhood) e  J.K. Simmons (ator secundário em Whiplash).

A veterana Meryl Streep está novamente na corrida às estatuetas douradas, nomeada pela 19.ª vez, partilhando as atenções com Keira Knightley ("O Jogo da Imitação") e Laura Dern ("Livre").

Aqui ficam os nomeados nas principais categorias:

 

Melhor filme

Boyhood – Richard Linklater
A Teoria de Tudo – James Marsh
Grand Budapest Hotel – Wes Anderson
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) – Alejandro González Iñárrit
Sniper Americano – Clint Eastwood
O Jogo da Imitação – Morten Tyldum
Selma – Ava DuVernay
Whiplash: Nos Limites – Damien Chazelle

  

Melhor realizador
Wes Anderson – Grand Budapest Hotel
Bennett Miller – Foxcatcher
Alejandro González Iñárritu – Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Richard Linklater – Boyhood
Morten Tyldum – O Jogo da Imitação

 

 Melhor ator

Eddie Redmayne – A Teoria de Tudo
Michael Keaton – Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Steve Carell – Foxcatcher
Benedict Cumberbatch – O Jogo da Imitação
Bradley Cooper – Sniper Americano

 

 Melhor atriz

Marion Cotillard – Dois Dias, Uma Noite
Julianne Moore – O Meu Nome É Alice
Reese Witherspoon – Livre
Felicity Jones – A Teoria de Tudo
Rosamund Pike – Em Parte Incerta

 

Melhor ator secundário

Ethan Hawke – Boyhood
Edward Norton – Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Mark Ruffalo – Foxcatcher
J. K. Simmons – Whiplash: Nos Limites
Robert Duvall – O Juiz

 

Melhor atriz secundária

Keira Knightley – O Jogo da Imitação
Emma Stone – Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Meryl Streep – Caminho da Floresta
Patricia Arquette – Boyhood
Laura Dern – Livre

Pág. 1/4