Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

10
Jun16

Euro 2016

og-default.jpg

Arranca hoje o Euro 2016, que tem lugar em França, onde o nível de segurança é apertado face aos acontecimentos terroristas vividos, recentemente neste país.

 

O jogo inaugural é, às 20h00, entre a França e a Roménia, no Estádio de França, em Saint-Denis, onde a França parte como favorita em busca de um título europeu que lhe foge há 16 anos.

 

Há uma enorme expectativa em relação à seleção portuguesa. Primeiro porque sendo o campeonato disputado em França, a equipa das quinas tem forte apoio da diáspora portuguesa, depois porque Portugal apresenta-se com um meio campo recheado de boas soluções. São vários os jogadores de qualidade ao dispor de Fernando Santos, que tem aqui uma boa «dor de cabeça» na gestão deste setor. Para além disso há Cristiano Ronaldo, um dos melhores jogadores do Mundo e a principal estrela da companhia e Ricardo Quaresma que tem brilhado nos jogos de preparação e mostrado que está em grande forma, podendo ser mesmo titular na fase de grupos.  

 

No entanto a seleção portuguesa, sendo uma equipa consistente, tem alguns pontos fracos, designadamente a ausência de um goleador nato, muito embora Eder tenha deixado bons apontamentos nos jogos de preparação. Para além disso, o facto de Portugal nunca ter conseguido vencer um torneio desta dimensão, pode ser um fator de pressão nos jogos decisivos.