Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

12
Fev16

A Teoria da Relatividade de Albert Einstein foi oficialmente confirmada

 card_albert_einstein_02.jpg

As ondas gravitacionais, previstas pelo físico, há um século, foram detetadas pela primeira vez de forma direta a 14 de setembro de 2015. A comunidade científica vem agora confirmar esta teoria. A revelação foi feita numa conferência de imprensa em Washington. Os cientistas do Observatório Norte-Americano de Interferometria Laser puseram assim termo a meses de rumores e grande expectativa entre a comunidade científica perante uma descoberta que abre a porta à redescoberta do Universo, desta vez sem necessidade da luz, conforme explicou o próprio Einstein em 1916.

Esta não é a primeira vez que os cientistas dizem ter encontrado ondas gravitacionais, mas é a única onde as provas da descoberta são fiáveis. Os sinais foram identificados durante a fusão de dois buracos negros localizados a mais de mil milhões de anos da Terra.

A Teoria da Relatividade é um dos pilares da física moderna que transformou o nosso entendimento do espaço, do tempo e da gravidade. É através dela que entendemos a expansão do Universo até o movimento dos planetas e a existências dos buracos negros. Segundo esta teoria de Einstein, todos os corpos em movimento emitem ondas que produzem perturbações no espaço. As ondas gravitacionais transportam informação sobre o movimento dos objetos no universo e permitem observar a história do cosmos até instantes remotos de sua origem.

De acordo com a teoria da relatividade, o tempo depende da gravidade, razão pela qual um relógio posicionado na terra e outro no espaço não progridem de acordo com o mesmo ritmo. De referir que muitas das inovações tecnológicas do mundo moderno, com utilizações diárias tão diferentes como o GPS e o micro-ondas só são possíveis graças à teoria de Albert Einstein.