Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

30
Nov15

Cimeira do clima

14487966837592.jpg

Uma cimeira histórica de 150 chefes de Estado e de governo vai lançar oficialmente esta segunda-feira a COP21 das Nações Unidas (ONU) sobre as alterações climáticas.

Os 195 países participantes pretendem assinar a 11 de dezembro um acordo global para limitar o aquecimento global.

Confrontos nas ruas Paris antecederam a cimeira do clima. Os ativistas arremessaram pedras e garrafas contra a polícia na zona da Praça da República. As forças de segurança responderam com gás lacrimogéneo. Esta manifestação violenta aconteceu depois de uma ação simbólica, realizada durante a manhã de ontem.

O Governo francês proibiu as manifestações marcadas para a cimeira do clima, dado o estado de emergência em que se encontra o país. Mas os organizadores da Marcha para o Clima que se planeava para esse dia não baixam os braços e criaram uma forma alternativa de protesto: encher as ruas de sapatos.

O objetivo foi cobrir a Praça da República e ruas próximas com milhares de sapatos em marcha, simbolizando os passos que iriam ser dados pelos participantes. Desta forma 26 mil sapatos foram expostos, com mensagens de alerta para os políticos que vão marcar presença na cimeira do clima.

O Papa Francisco juntou-se a esta iniciativa, enviando também os seus sapatos.