Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

14.02.17

Dia São Valentim

 

Dia-São-Valentim.jpg

 

 

Diz que hoje é dia de São Valentim. Não há como fugir. Rádios, televisões e imprensa escrita bombardeam-nos literalmente há uns dias com sugestões e propostas.

 

Sobre esta comemoração sabe-se que foi evento importado dos países anglo-saxónicos pelos comerciantes para incrementar as vendas que começavam a diminuir em janeiro após o Natal.

 

Mas hoje ao passar no facebook, dei de caras com este texto do Grande Júlio Isidro e que gostaria de partilhar convosco:

 

«NO AMOR NÃO HÁ FÉRIAS....
Nem feriados, nem pontes, nem tolerância de ponto,nem baixa por doença e muito menos licença sem vencimento.
No amor, namora-se a tempo inteiro.
No amor não há São Valentim para dizer que é hoje, não te esqueças de comprar qualquer coisa com um coração a decorar, o jantarinho num restaurante cheio de casais a namorar e empregados afogueados de tanto trabalho para servirem amor, das entradas até à sobremesa.
Cá em casa namora-se com contrato de exclu...sividade e até tem graça quando as miúdas nos surpreendem numa troca furtiva de carinho.
Como gostamos de esparguete, brincamos muitas vezes com a cena de namoro do filme "A dama e o vagabundo" e eu assumo-me mesmo no papel de cão outrora vadio, e agora de estimação.
Há 25 anos que envelheço ao lado da minha namorada, definitivamente a última. E ela sabe das minhas angústias por sentir que um dia destes o namoro acaba por falta de comparência.
Entretanto, desejo ao São Valentim muita sorte e bons negócios porque com smoking ou em pijama continuamos a fazer muitos jantarinhos de namorados de fresca data.
Se toda a gente namorasse, seduzisse e cativasse o próximo, este mundo era um coração em ponto grande.
São Valentim é quando dois quiserem
».