Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

19
Jan17

Está frio?

frio.jpg

 

A temperatura é o mote para todas as conversas. «Está muito frio!» é frase que mais se houve por estes dias.

 

Frio? Está frio sim, mas até está sol e, comparativamente com outros países da Europa, isto é lá frio? Os turistas que nos visitam acham que aquilo a que chamamos ‘frio’ em Portugal é quase ‘calor’ em muitos países onde as temperaturas registam 15 graus negativos ou até mais.

 

Depois, começa a ser patético a forma como os media abordam a vaga de frio que se tem feito sentir esta semana. Disparam com as estatísticas e o número de mortes resultantes do frio superiores ao ano passado, dizem eles, como se todos os anos por esta altura não fosse normal estas temperaturas (no ano passado até granizo caiu)!

 

Mais bizarro é ainda ouvir especialistas dizer que devemos ingerir com frequência bebidas quentes (chás e tisanas), que as pessoas se mantenham em locais aquecidos, não se exponham ao frio e vistam várias camadas de roupa, usem gorros, luvas, cachecóis, não vá alguém lembrar-se de ir para a rua em calções ou em t-shirt! Parece também que podemos dormir descansados porque o país está preparado para esta onda de frio (hospitais e centros de saúde estão de sobreaviso para eventuais surtos de gripe).