Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

10.01.16

Gestos que contam

ng5605119.jpg

Paulo Gonçalves da Honda, líder da classificação geral das motos no Rali Dakar, teve uma atitude de louvar logo no início da etapa de ontem do rali.

Corria-se a 7ª etapa e Matthias Walkner, terceiro classificado da geral,  sofreu uma queda aparatosa logo aos 15 km. O piloto português da Honda, líder da geral nas motos, percebeu de imediato a gravidade da situação e parou para ajudar o piloto austríaco, tendo perdido cerca de 11 minutos da sua classificação, até chegar a equipa médica do Dakar2016, pondo em causa a sua liderança.

Walkner foi obrigado a abandonar, pois fraturou o fémur, mas a organização da prova já garantiu que não será deduzido esse tempo ao piloto português nesta etapa devido ao seu gesto altruísta.

«Fiz aquilo que me competia, ao contrário acredito que fizessem o mesmo por mim. O Dakar é uma aventura de muito risco, de muito sacrifício, damos tudo por tudo ao longo de vários dias, milhares de quilómetros, e o risco está sempre à espreita. Não sou um herói, sou um ser humano com respeito pelos outros. A nossa vida vale mais que qualquer vitória, sem ela não vencemos!»,  explicou o piloto da Honda no seu Facebook.