Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

12.07.15

Iker Casillas é jogador do FC Porto

2A773F4600000578-3158074-image-a-42_1436697578534.

De saída do Real Madrid  para o FC POrto, depois de 25 anos no clube, IKer Casilllas despediu-se bastante emocionado dos adeptos no Estádio Santiago Bernabéu. Afirmou, ainda, que nunca iria esquecer o clube que o viu crescer. Despediu-se com um «Até já. Voltaremos a ver-nos no futuro».

Mas a mãe do jogador parece não nutrir o mesmo amor do filho pelos merengues. Disse  mesmo que não se importaria se filho fosse jogar para o Barcelona, mas nunca para o FC Porto e deixou-o bem expresso em entrevista ao jornal "El Mundo".

Os pais de Iker Casillas lançaram imensas críticas à forma como Florentino Pérez tratou o guarda-redes espanhol. Mas quando abordam a mudança de Iker para o FC Porto, a mãe de Iker considera o clube português uma equipa sem qualquer categoria.

«O Porto? Por amor de Deus! Quando se soube que ele estava à procura de casa em Roma, liguei-lhe e disse-lhe: “que estás a fazer, Iker? Não vais sair!”. Agora imaginem para o Porto... É uma equipa de Segunda B para uma pessoa da categoria do Iker. Um campeão do Mundo não pode acabar no Porto. Podia acabar em qualquer lado, nem me importava que o fizesse no Barcelona, porque são uns senhores. Mandaram-no a uma 'vaporeta' em vez de a uma máquina a vapor», disse a mãe do jogador.

O pai do guarda-redes mais comedido diz: «Não digas isso da segunda B, porque respeito o Porto.» Mas concorda também que «Iker merecia um Manchester United, um PSG». 

Compreendo que uma mãe queira o melhor para o seu filho, agora o que a mãe de Casillas disse sobre o F.C Porto, para lá de um desrespeito ao clube e um desconhecimento do futebol português, é também a imagem que os espanhóis têm de Portugal, estereótipos que nem Luís Figo, Cristiano Ronaldo e José Mourinho conseguiram mudar.

Portugal é ainda  visto  aos olhos dos espanhóis como o parente pobre da Península, o povo vizinho que os impede de mandar em todo o território para lá dos Pirenéus. A verdade é que os espanhóis são um povo que sofre um pouco de um complexo de superioridade inexplicável, essa forma de se afirmarem rebaixando tudo o que não seja espanhol é insuportável.