Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

03
Mai16

Lisboa está a mudar!

mw-1024.jpgAs obras de requalificação do eixo central Entrecampos-Marquês de Pombal, que abrange a Avenida da República, a Praça Duque de Saldanha e a Avenida Fontes Pereira de Melo, arrancam hoje e vão prolongar-se durante todo o ano de 2016. A Praça Duque de Saldanha será a última a ser concluída, no início de 2017.

Esta requalificação realizar-se-á em três frentes, sendo primeiramente intervencionado, em cada uma, o separador central, e só depois os passeios. Tais intervenções causarão naturais constrangimentos à circulação automóvel, naquele que é um dos eixos mais movimentados da capital, muito embora haja a garantia do Município lisboeta de que a circulação automóvel nunca será interrompida. Veja aqui os vários percursos recomendados pela autarquia para fugir ao trânsito enquanto se mantiverem as obras do eixo central de Lisboa.

O alargamento dos passeios e a instalação de ciclovias são algumas das intervenções previstas, num investimento que totalizará 7,5 milhões de euros. O projeto prevê que as praças Picoas e Saldanha sejam transformadas em praças que as avenidas da República e Fontes Pereira de Melo ganhem uma ciclovia em cada sentido e passeios mais largos. Na Avenida da República, as ciclovias ficarão, em cada sentido, entre o separador que divide o corredor central do lateral e o estacionamento. Será também aumentado o número de lugares disponíveis para cargas e descargas.

Os passeios mais largos abrirão mais espaço para os cidadãos desfrutarem da cidade, ou numa esplanada, ou a pedalar ou simplesmente a caminhar. O mesmo cenário será transposto na Praça Duque de Saldanha, onde, de acordo com o projeto, deixará de ser possível transitar de automóvel junto aos prédios e passará a existir uma rotunda interior, de menor dimensão. A mesma solução será aplicada em Picoas, onde os carros passarão a transitar apenas no corredor central da Avenida Fontes Pereira de Melo, que manterá as três vias. Estas duas intervenções inserem-se no programa «Uma Praça em Cada Bairro», uma iniciativa que visa converter 30 artérias da capital em locais de convívio ao ar livre.

Pese embora todos os constrangimentos, a qualidade do acesso automóvel nas cidades é fundamental para a sua competitividade - haverá mais empregos nas indústrias de restauração, hotelaria e turismo - mas para isso é necessário facilitar as acessibilidades, aumentar o espaço disponível à superfície com restaurantes e esplanadas para usufruto dos moradores e visitantes e assim tornar esta zona mais atraente e apetecível.