Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

27
Mai17

Madonna em Lisboa

img_770x433$2017_05_17_23_47_03_1266064.jpg

Madonna tem sido notícia na última semana. A cada nova publicação no Instagram novas notícias surgiam. A visita ao liceu francês e os rumores de que terá visto algumas casas à venda em Lisboa apontaram para a possibilidade de a cantora se querer mudar para a capital portuguesa. A partir daí foi um verdadeiro frenesim noticioso:

 

Madonna em Lisboa;

Madonna no Hotel Ritz;

Madonna no Liceu Francês;

Madonna no Alentejo;

Madonna janta no Bairro Alto;

Madonna disputa palacete com Phil Collins;

Madonna anda a cavalo;

Madonna em Sintra;

Madonna na Praia da Comporta;

Madonna na Academia do Benfica:

Madonna no Mosteiro dos Jerónimos (que fechou para a visita da rainha da Pop)

Madonna janta com Nuno Gomes (o do Benfica);

Madonna encontra-se com o Presidente da Câmara​ de Lisboa (talvez com um catálogo de vendas da Remax ou da ERA na mão).

 

Consigo perceber que alguém como a Madonna queira vir morar para Lisboa e nós só podemos congratular-nos com isso. Já o resto, sobre cada passo dela e acabando na vassalagem dos políticos, não me parece apenas exagerado mas completamente parolo e saloio, para já nem falar que só mostra que há estrangeiros de primeira e vulgares cidadãos contribuintes como nós de terceira ou quarta categoria.

 

Às vezes até parece somos um país evoluído, mas depois há sempre quem nos faça questão de recordar que ainda parecemos um país de terceiro mundo.

 

Podemos melhorar todos os indicadores económicos, mas o 'défice de provincianismo excessivo', esse, perdurará em nós ainda por muito tempo.