Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

24
Jan17

Marcelo: um ano de presidência

 

 

Marcelo Rebelo de Sousa tomou posse como Presidente da República há um ano. Marcelo, o presidente hiperativo teve uma agenda preenchidísssima no ano passado, a sua presença mediática foi praticamente diária.  

 

O «presidente dos afetos» inaugurou uma nova forma de exercer os seus poderes através de uma maior proximidade com os cidadãos e uma presença constante no espaço mediático.

 

Marcelo interpretou também de forma diferente a função presidencial e os poderes constitucionais com um acompanhamento contante da atividade governativa e parlamentar,  auscultando regularmente as instituições (partidos, confederações patronais e sindicais e o Conselho de Estado).

 

Realizou em 2016, 20 deslocações ao estrangeiro, três das quais foram visitas de Estado: a primeira  a Moçambique, e as outras  duas à Suíça e a Cuba – onde teve um encontro com Fidel Castro, um mês antes da morte do líder histórico cubano.

 

O Presidente da República ainda não sentiu necessidade de recorrer ao Tribunal Constitucional e utilizou três vezes o seu poder de veto, em relação a dois diplomas do parlamento sobre a gestação de substituição e a estatização dos transportes do Porto, os quais que acabariam por ser promulgados após alteração, bem como a um decreto do Governo sobre acesso a informação bancária.