Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

07
Jul15

Maria de Jesus Barroso Soares (1925 - 2015)

472393.png

Foi com grande emoção que recebi a notícia da morte da Maria de Jesus Barroso, apesar de ser uma morte anunciada.

A antiga primeira-dama e fundadora do PS estava internada há alguns dias no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde se encontrava  em coma profundo, na sequência de uma queda e após um derrame intracraniano.

Diplomou-se em Arte Dramática na escola de Teatro do Conservatório Nacional e licenciou-se depois em Ciências Histórico-Filosóficas, na Faculdade de Letras de Lisboa, onde conheceu Mário Soares com quem viria a casar e de quem tem dois filhos dois filhos, João Soares e Isabel Soares.

Foi atriz e professora no Colégio Moderno que dirigiu durante vários anos. Um dos seus últimos cargos públicos foi a presidência da Cruz Vermelha Portuguesa, tendo dirigido  também a associação Pro Dignitate, que ajudou a fundar.

Maria Barroso merece toda a honra e e todo o  respeito dos portugueses. Uma grande mulher, de causas, de cultura, de liberdade. Um dia triste para Portugal porque o nosso País tem muito poucas pessoas com a sua dimensão.

O corpo de Maria Barroso estará em câmara ardente no Colégio Moderno, em Lisboa, a partir das 18:00 de hoje. A missa de corpo presente celebra-se amanhã às 10:00 na Igreja do Campo Grande, a que se segue o funeral no Cemitério dos Prazeres.