Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

30
Ago16

O caso Adrien Silva

adrien8.jpg

Gosto particularmente de Adrien Silva. É um jogador inteligente, com garra, que luta e dá tudo em campo. Tê-lo como capitão da equipa do Sporting é gratificante, porque ele corporiza o que é um verdadeiro capitão e um sportinguista. Um leão, na verdadeira aceção da palavra. 

 

É simultaneamente um pilar e uma bússola da equipa, um carregador de piano e um farol. Um dos futebolistas mais esclarecidos do futebol português que percorre todo o campo e que vai ao auge dos seus limites físicos para disputar cada lance, sendo por isso de utilidade extrema para a equipa e para a seleção.

 

Foi, por tudo isto,  que eu e provavelmente  todos os sportinguistas recebemos com apreensão a notícia que Adrien Silva poderia abandonar o clube com destino ao Leicester e o rude golpe que a sua saída poderia representar para o clube de Alvalade. 

 

Acontece que Adrien Silva renovou o contrato com o Sporting em Fevereiro de 2016, por mais quatro anos, quando ainda nem sabia se iria ao Europeu. Logo de seguida deu uma entrevista de amor eterno ao clube.

 

O Sporting faz um bom campeonato, falhando o título nacional, e Rui Patrício, William Carvalho, Adrien Silva e João Mário são convocados para o Europeu e Portugal sagra-se campeão europeu. Os jogadores saíram obviamente muito valorizados. O Sporting é amplamente discutido e falado a nível mundial pela prestação dos seus jogadores. Algo que seria expectável depois da importância que o meio campo sportinguista teve na conquista do campeonato europeu.

 

O mercado está a fechar. O Leicester que estará em Lisboa a negociar Slimani, falou com o pai do Adrien e propôs-lhe 30 milhões pelo jogador. Adrien faz um bom jogo no clássico e na manhã seguinte dá uma entrevista ao jornal “ O Jogo” manifestando a vontade de sair do clube. 

 

O Sporting deixou correr o dia calmamente e emitiu um comunicado à noite, salientando que Adrien renovou em Fevereiro, envolvendo somas avultadas e que não lhe chegou nenhuma proposta pelo jogador a Alvalade e ainda que o Sporting não negoceia na comunicação social.

 

Fez ainda saber que Adrien só sairá antes do prazo definido contratualmente quando e se a Direção entender, pesando naturalmente os interesses financeiros com as ambições desportivas do Sporting. Disse ainda que Adrien tem contrato até 2020, a menos que o Leicester, que pretende levá-lo, cubra a cláusula de rescisão. Que neste caso ascende a 45 milhões de euros. Percebo as razões que movem Adrien, mas aqui tenho de dar inteira razão ao Presidente do Sporting.

 

Aguarda-se as cenas dos próximos capítulos, até porque faltam poucas horas para o fecho do mercado.