Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

06
Fev15

O estilo Syriza

Yanis_Varoufakis_esta_segunda_feira_em_Londres_che

Yanis Varoufakis, ministro das finanças grego,  encontrou-se esta semana em Londres com o seu homólogo do Reino Unido, George Osborne em busca de apoio para o plano de renegociação da dívida grega.

O tema da reunião, como se imagina, era de importância vital para a economia europeia, no entanto, o encontro entre os dois ministros das Finanças criou enorme ruído na imprensa e nas redes sociais, não por motivos políticos e económicos, mas porque as atenções centraram-se no estilo «casual» do novo ministro grego. Descontraído, sem gravata, com uma camisa em tons de azul forte e um casaco comprido de cabedal negro. Algo que estamos pouco habituados a ver num ministro das Finanças. tsipras.png

Na tomada de posse, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, 40 anos – o mais jovem primeiro-ministro da Grécia – surgiu de fato escuro, sapatos escuros, camisa branca mas sem gravata. Brincou, aliás, com o tema, declarando que não vai usar o acessório masculino até conseguir renegociar a dívida grega.

Esta nova imagem adotada pelos políticos gregos é um sinal de inovação, mas também uma forma de contestação aos modelos instituídos e à forma como os políticos se apresentam - vestidos todos de igual, com uma imagem cinzentona.

O «estilo Syriza» como já é conhecido tem feito furor. Mais do que uma questão de moda, trata-se de uma mensagem que se pretende passar. A roupa casual é naturalmente uma forma de estilo, mas não deixa igualmente der ser uma maneira do novo governo grego assinalar as suas marcas contra o status quo e contra o mainstream.

Não sabemos se no plano político e económico o sucesso do Syriza será garantido. Porém, ao nível do estilo e  do dress code a revolução já se faz sentir!!