Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

02
Mai15

O primeiro-ministro elogiou publicamente Dias Loureiro

Tive que ouvir duas vezes pois não queria acreditar. Passos Coelho foi inaugurar uma queijaria industrial em Aguiar da Beira. De repente, olha, dá de caras com Dias Loureiro e, com o sentido de oportunidade que todos lhe conhecemos, diz o que lhe vai na alma a propósito desse «empresário bem-sucedido», que «conheceu mundo» e que nos ensina que para vencer na vida temos que ser «exigentes e metódicos».

Ficamos, pois,  a saber que se quisermos vencer na vida e chegar longe, temos que seguir o exemplo de Manuel Dias Loureiro.

Os portugueses em geral e os lesados do BPN em particular que pagaram com língua de palmo os desmandos do BPN - e como se não bastasse, também os do BPP e do BES – agradecem tão sensata sugestão.