Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

19
Mai17

Wishful thinking

 

684458110.jpg

A economia portuguesa cresceu 2,8% no 1.º trimestre do ano, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE). Certamente embalado por esta onda de otimismo que tem assolado o país, o  Presidente da República referiu, numa conversa com deputados croatas, em Zagreb, que Portugal pode conseguir este ano um crescimento económico à volta de 3,2% e um défice de 1,4%.

 

As declarações  do Chefe de Estado foram captadas pela RTP que mais tarde interpelaram Marcelo sobre aqueles números. De salientar que o Governo previu um crescimento de 1,8%, Marcelo fala agora em 3,2%.

 

O Presidente da República diz que é apenas um dos cenários possíveis Portugal conseguir um défice mais baixo e um crescimento mais alto e que nunca divulgou estes dados porque «ninguém pode revelar uma realidade que não existe».

 

Pois é, mas uma coisa é desejar – desejamos todos – coisa bem diferente é acontecer. Convém não «embandeirar em arco» como o próprio Marcelo referiu há tempos a propósito do crescimento de 2,8% no 1º trimestre deste ano.