Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

22.05.18

António Arnault - 1936-2018

 Morreu hoje António Arnaut, advogado, um dos fundadores do PS, atual Presidente honorário do partido. Arnaut foi autarca em Penela, de onde era natural, dirigente da Ordem dos Advogados, deputado à Constituinte, deputado à Assembleia da República, vogal do Conselho Superior da Magistratura, e Grão-Mestre da Maçonaria entre 2002 e 2005. Fundou e dirigiu a Associação Portuguesa de Escritores Juristas. Publicou oito livros de poesia, quatro romances, dois contos e quinze volumes (...)
16.05.18

Dia negro na academia do Sporting

15 de maio de 2018 ficará inevitavelmente marcado como dia mais negro da história do Sporting, quiçá do futebol português, quando um grupo de 50 hooligans encapuchados invadiu a Academia do Sporting, agrediu jogadores, treinador, equipa técnica e todo o staff, ainda para mais em véspera de um jogo tão importante como a Taça de Portugal. O que se pretendeu com isto? Sinceramente ainda não percebi. Que os jogadores abandonem o clube a custo zero? Que fujam para os nossos rivais? (...)
14.05.18

É hora de mudar

  Jorge Jesus mudou-se do Benfica para o Sporting com o objetivo de interromper um longo jejum no campeonato, tendo sido um ás-de-trunfo de Bruno de Carvalho. Tirando o primeiro ano em que efetivamente "jogámos à bola" mas não fomos campeões por "uma unha negra", a verdade é que esta é a segunda época consecutiva em que Jesus falha clamorosamente e por culpa própria, os objetivos a que se propôs aquando da sua chegada a Alvalade. Uma supertaça e uma taça da liga em 3 anos (...)
13.05.18

Festival Eurovisão da Canção

Israel venceu o Festival Eurovisão da Canção. A canção «Toy», interpretada por Netta e composta por Doron Medley e Stav Beger, conquistou a maioria de votos na grande final do certame que decorreu este ano em Lisboa. Da letra, à música e à performance tudo me pareceu estranho. Não gostei. Mas não fui a única. Salvador Sobral, o vencedor da edição do ano passado do festival da Eurovisão, teceu críticas à canção TOY, da representante de Israel, considerada uma (...)
10.05.18

O problema da natalidade

A natalidade é um problema com contornos graves em Portugal, já que é o país tem vindo a registar grandes quebras, situando-se, neste momento, na cauda da Europa. No primeiro trimestre nasceram 20 364 crianças no país, menos 371 do que nos primeiros três meses do ano passado, depois de uma ligeira recuperação alcançada em 2014. A manter-se a atual trajetória, a crise de natalidade parece estar para ficar. Como inverter este ciclo? Vale a pena ler este
06.05.18

História de um dérby lisboeta

  No dérby mais importante da época em que estava em causa o segundo lugar e os milhões da Liga dos Campeões, o SCP partia como favorito, já que jogava em casa. Os encarnados entraram em campo sem Jonas e com Samaris e Douglas a jogar de início. No lado do Sporting, Piccini e William Carvalho regressaram como titulares, mas notoriamente sem ritmo competitivo. O Benfica entrou melhor no jogo, o primeiro sinal de perigo surgiu logo aos oito minutos. Rafa escapou a Piccini, que (...)
01.05.18

As rendas excessivas da eletricidade.

 Numa altura em que continua adiada a acusação relativa à Operação Marquês, são agora as rendas excessivas da eletricidade a perfilarem-se na agenda mediática. O processo tem nove arguidos, entre eles, o ex-ministro da Economia Manuel Pinho, o presidente-executivo da EDP, António Mexia. O tema tem marcado os vários governos e a discussão política ao longo dos anos. O episódio mais mediático foi a demissão do secretário de Estado da Energia do governo de Passos Coelho, (...)
28.04.18

Uma pedrada no chaco

Margarida Balseiro Lopes, natural da Marinha Grande, nasceu em 1989, 16 anos após o 25 de Abril. É a recente líder da JSD e foi a escolhida para fazer o discurso em representação do PSD na sessão solene que assinalou os 44 anos do 25 de Abril na Assembleia da República.   O seu discurso inteligente, claro, escorreito e mobilizador, foi como uma pedrada no charco, que me faz ter esperança no futuro e nas novas gerações.   Sem ponta de sectarismo, Margarida Balseiro Lopes (...)