Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Qui | 25.04.13

Discurso de Cavaco no 25 de Abril

narrativadiaria

O inqualificável discurso do Presidente da República na sessão comemorativa do 25 de Abril foi um "discurso de fação", como muito bem referiu João Semedo, do BE. O discurso mostra bem como Cavaco é hoje um fator de divisão e não um agregador de consensos da sociedade portuguesa, consensos esses que o próprio apela para superar a atual crise. Cavaco com este discurso mostrou bem ser um Presidente da maioria e não um Presidente de todos os portugueses, parecendo não ter vontade em cumprir aquilo que jurou defender quando tomou posse. Isto ficou bem patente por parte de quem ouviu as reações de júbilo da direita, contrastando com as reaçoes de repúdio dos deputados da esquerda. Esta atitude do Presidente não nos deveria surpreender. Não foi Cavaco Silva que recusou atribuir uma pensão de sangue à viúva de Salgueiro Maia, oficial que no dia 25 de Abril de 1974 enfrentou o anterior regime,  dando o corpo às balas, pondo em risco a própria vida em cima de um carro de combate, cumprindo os ideais da Revolução?

1 comentário

Comentar post