Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Qua | 17.12.14

25 anos de “Os Simpsons”

narrativadiaria

images3MKG4518.jpg

O dia 17 de dezembro de 2014 assinala um quarto de século desde a transmissão do primeiro episódio de “Os Simpsons”, uma típica família americana disfuncional da classe média de Springfield, criada por Matt Groening.

Os personagens têm os mesmo nomes da família de Groening - o pai chama-se Homer (homenagem ao poeta grego Homero), a mãe é Margaret, e ele tem duas irmãs - Lisa e Maggie.

Bart, portanto, é o alter ego do próprio autor, que no entanto não batizou o menino travesso de "Matt" porque, segundo o próprio, achava que seria mais divertida a ideia de um pai furibundo gritando: 'Bart', que se confunde com 'bark' (latido) de um cão.

Springfield na verdade é uma cidade no Oregon. As referências a Oregon não se ficam pelo nome da cidade. Groening também batizou alguns personagens com os nomes de ruas em Portland, como o reverendo Lovejoy, o aluno valentão Kearney e o vizinho mala-sem-alça Ned Flanders. Até o endereço da família Simpson - Evergreen Terrace, 632 - é o mesmo da casa onde Groening passou a infância.

No ar desde 1989 pela Fox, "Os Simpsons" é a sitcom há mais tempo no ar na TV norte-americana. Ela é exibida em mais de cem países e 50 idiomas, e ainda atrai semanalmente uma média de 7,7 milhões de espectadores nos EUA.