Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Ter | 28.05.13

Entrevista de Judite de Sousa a Reynaldo Gianecchini

narrativadiaria

  

Ontem, Judite Sousa entrevistou Reynaldo Gianecchini, no “Jornal da 8 “da TVI. A visita do ator brasileiro ao nosso país teve como finalidade promover a sua biografia “Giane – Vida, Arte e Luta”, agora lançada em Portugal. O livro, escrito pelo jornalista brasileiro Guilherme Fiúza, percorre o trajeto do ator brasileiro através da sua infância, percurso académico e profissional, os primeiros trabalhos do ator como modelo e a intensa luta travada contra um linfoma de Hodgkin. Gianecchini teria certamente muito a dizer sobre o livro, mas a entrevistadora não mostrou interesse em abordar esse tema. Preferiu antes conduzir a entrevista sob uma perspetiva pessoal e intimista. A primeira pergunta que lhe ocorreu fazer foi: «a quem você sai tão bonito?». O ator lá foi respondendo, timidamente, um pouco sem jeito… E, Judite, visivelmente embevecida com o entrevistado continuou: “como lida com o facto de ser um galã?». Depois quis saber como tinha sido a relação do ator com a jornalista Marília Gabriela, apesar da grande diferença de idades entre ambos, sendo os dois figuras públicas e ele mais novo que os filhos dela. Enfim! Judite de Sousa pode ser muito convincente e contundente nas entrevistas com políticos e figuras mediaticas, mas não neste tipo de abordagem ou simplesmente ontem não esteve nos seus melhores dias.

 

2 comentários

Comentar post