Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Seg | 19.12.16

Sporting perde com o Braga em Alvalade

braga.jpg

Ainda não tínhamos digerido bem a derrota no derby da Luz e ontem voltámos a perder em Alvalade frente a um Braga, sem treinador e que vinha de uma derrota para a Taça de Portugal com o Sporting da Covilhã. O golo (como já vem sendo hábito) foi de um ex-jogador dispensado pelo Sporting e por outro ex-jogador e ex-treinador do Sporting B a orientar a equipa. E com isto estamos na 4ª posição, a oito pontos do líder e quase arredados do título, quando há duas semanas chegámos a estar a  dois pontos e a discutir a liderança. O campeonato é cada vez mais uma miragem, uma ilusão que se desfez à 14ª jornada.

 

O que se viu ontem em Alvalade foi uma equipa extremamente desgastada, um treinador sem ideias e um modelo de jogo periclitante. Podíamos ter ganhado frente ao Braga, é verdade, mas acabamos por ser derrotados, como na Luz, com Patrício a não sair muito bem na fotografia.

 

Uma das piores exibições desde que Jesus assumiu o comando técnico da equipa do Sporting, que pune a ineficácia dos jogadores leoninos e já nem falo da arbitragem que jogo após jogo nos tem prejudicado.

 

Os primeiros lenços brancos em Alvalade são compreensíveis e vêm colocar mais pressão em Jorge Jesus. Esperam-se tempos difíceis em Alvalade. Começa a ficar à vista o resultado de apostas mal feitas em jogadores e de tantas frentes abertas por Bruno de Carvalho que tem persistido em erros consecutivos e infantis (como o número de campeonatos ganhos pelo Sporting).