Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Qua | 19.06.13

Durão, o camaleão

narrativadiaria

Durão Barroso continua a ser alvo de forte contestação, a propósito da posição da França em relação ao Tratado comercial entre a União Europeia e os Estados Unidos a assinar durante a cimeira do G8 ( na Irlanda do Norte). A França quer impor uma exceção cultural europeia em que afasta o audiovisual do Tratado a assinar. Por sua vez, Durão Barroso terá acusado a França de ser “reacionária” ao assumir tal posição, tendo sido muito criticado naquele pais, mesmo depois de, na Irlanda, o responsável português ter explicado ao presidente francês, François Hollande, que as suas críticas foram mal transcritas pelo jornal “Herald Tribune”, assegurando que não visavam a França. Todavia, continua acesa a polémica em debates televisivos e artigos na imprensa francesa sobre o tema. O editorial do jornal “Le Monde” designava Durão Barroso como um “camaleão” que, «aos 57 anos», está à «procura de um futuro, que passe talvez por «um belo posto na NATO ou na ONU». O prestigioso matutino refere ainda que «nos últimos oito anos, o presidente da comissão distinguiu-se pelo seu dualismo. Defensor dos pequenos Estados quando era primeiro-ministro de Portugal, liberal quando da sua nomeação para Bruxelas antes da crise de 2008, Sarkozysta durante o mandato de Nicolas Sarkozy, incapaz, depois, da menor diligência política para relançar a União Europeia: acompanhou o declínio das instituições europeias». Barroso decididamente não sai nada bem nesta fotografia.