Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Dom | 07.07.13

Afinal o crime não só compensa, como recompensa!

narrativadiaria

Ontem, ficámos a saber que “o crime” não só compensa, como recompensa! Paulo Portas conseguiu os seus intentos. Depois de todas as birras e do espetáculo deprimente que protagonizou nos últimos dias, Passos Coelho cedeu aos seus caprichos e ofereceu-lhe o cargo de primeiro-ministro, uma vez que fica responsável pelas relações com a troika, pela reforma do Estado e pela coordenação politica das principais áreas do governo. Contudo, a imagem que passa é que esta nunca será uma solução estável, porque Portas é, ele próprio, instável. Na memória dos portugueses perduram as cenas de rutura que protagonizou com Marcelo Rebelo de Sousa, Manuel Monteiro e Santana Lopes.

 

Em condições normais, seria uma vitória política para Paulo Portas e para o CDS, mas este é também um presente envenenado, porque o futuro de Paulo Portas joga-se aqui, ou seja, Portas tem aqui a sua prova de fogo, uma vez que terá no espaço de um ano: mudar de políticas, alterar os prazos e as condições da dívida, pôr a economia a crescer, o país nos mercados em condições de se financiar e afastar a possibilidade de um 2º resgate. Se conseguir poderá cantar vitória nas próximas eleições e arrebanhar a direita (o seu objetivo). Mas, se perder, pode arrumar as botas porque o CDS voltará a ser «o partido do táxi».