Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Dom | 31.03.13

JEREMY IRONS

Na passada 3ª feira, o programa “5 para a meia noite”, na RTP 1, teve dois convidados excelentes.O filme Comboio Noturno para Lisboa, rodado em Lisboa, protagonizado por Jeremy Irons, que conta também com a participação de Nicolau Breyner, foi o mote para uma conversa com o reconhecido ator britânico e com o ator português. Estavam reunidas as condições para ser um programa fantástico, não fosse a total inépcia do apresentador. José Pedro Vasconcelos estava visivelmente nervoso por ter naquela noite personagens de tal gabarito no seu programa. Meteu “os pés pelas mãos". Valeu-lhe o “fair-play” e a categoria dos convidados. Mas, a certa altura, a má educação do apresentador superou todos os limites. Volta-se para Nicolau Breyner e dispara:” this guy has an Oscar, but you know how to act”. Que falta de chá! Por amor da Santa, não ponham gente desta a entrevistar pessoas com a classe e o nível de Jeremy Irons! A RTP terá certamente entrevistadores com outra preparação (estou a lembrar-me de Mário Augusto, Júlio Isidro ou Herman José entre outros). Para mais, o programa tinha sido previamente gravado, certamente para a colocação de legendas, dado que a conversa foi mantida em inglês. É que não é apenas a má imagem do programa que está em causa, foi também passada uma péssima imagem da RTP (serviço público de televisão) e em última instância do País. Quanto a Jeremy Irons, resta-me dizer que é um "gentleman". Tem um sentido de humor fabuloso e  carradas de charme apesar dos seus 64 anos.

1 comentário

Comentar post