Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Seg | 01.04.13

«WOODY ALLEN, QUEREMOS VER-TE FILMAR EM LISBOA»

Há tempos foi criada uma página no facebook «Woody Allen, queremos ver-te a filmar em Lisboa» que circulou pelas redes sociais e  alguns blogues, depois de alguns dos filmes mais recentes do realizador terem como cenários capitais europeias (Londres, Barcelona, Paris e Roma).   Quando contactado sobre o facto, Woody Allen respondeu que para além de ter de encontrar uma boa história, tendo a capital portuguesa como pano de fundo, teria também de receber um convite de alguém disposto a avançar com o capital necessário para produzir a película. Admitiu, ainda, que Lisboa poderia ser o cenário para um filme romântico ou até de espionagem. «Porque em Lisboa ou há romance ou há espiões, (...) mas, uma vez que não conheço boas histórias de espiões, provavelmente seria um filme romântico», sublinhou. O Presidente do Município de Lisboa, entretanto, enviou um convite ao realizador. O impacto turístico de uma produção nestes moldes, penso que justificará um financiamento do Estado. Não apenas porque a produção, por si só, terá um retorno significativo, a começar na arrecadação de receitas, como poderá ser um fator muito positivo para a divulgação da capital portuguesa, atraindo certamente um número considerável de visitantes à cidade e projetando a sua imagem de Lisboa no mundo. Seria igualmente um bom trunfo para as próximas eleições autárquicas, jogado por António Costa.