Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Dom | 29.09.13

Vote!

 

Dia de eleições é sinônimo de dúvida para os indecisos. Não sabemos em quem votar. Não vemos grandes alternativas nem soluções. Afinal, é melhor votar inconscientemente, ou não votar e deixar de exercer este ato de cidadania? Motivos para deixar de exercer tal direito, não faltam. Para muitos, a política pode parecer algo extremamente complexo e aborrecido. Porque os discursos são pobres, porque muitas vezes escutamos, em campanha, promessas de candidatos que depois defraudam as nossas expectativas. A realidade mostra-nos um regime repleto de desigualdades, injustiças, corrupção e compadrio. Mas apesar de tudo e independentemente da nossa opção, não devemos desperdiçar esta possibilidade que está ao nosso alcance. O voto é uma escolha e ser um cidadão responsável também passa por eleger quem pensamos que da melhor forma serve os nossos interesses. O voto é um ato de cidadania que deve ser praticado. É o nosso futuro que está em jogo. A democracia cumpre-se pela possibilidade dos cidadãos poderem escolher os seus governantes e autarcas. Os próximos quatro anos podem fazer uma enorme diferença no nosso concelho, na nossa freguesia, no nosso Pais e até nas nossas vidas. Por isso, VOTE!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.