Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Qua | 23.10.13

Os Maias de Eça de Queiroz adaptado ao cinema

narrativadiaria

 (fonte: DN Artes)

A obra de Os Maias de Eça de Queiroz, um dos maiores clássicos da literatura portuguesa, publicada em 1888, vai ser adaptada ao cinema. O realizador, João Botelho, que volta a unir a literatura portuguesa ao cinema, fez uma adaptação do romance de Eça de Queirós como se fosse um libreto de uma ópera.  A rodagem do filme arrancou no dia 14 de outubro, no norte do país, onde decorre durante todo o mês de outubro em locais como Ponte de Lima e Celorico de Basto. Em novembro e dezembro a produção terá lugar na capital portuguesa.

O filme poderá ser visto em setembro de 2014 nas salas de cinema e em 2015 será lançado em formato de série pela RTP. O filme será uma coprodução luso-brasileira  e conta com  52 atores que compõem o elenco, Graciano Dias (Carlos da Maia), a atriz brasileira Maria Flor (Maria Eduarda), Pedro Inês (João da Ega), Pedro Lacerda (Thomaz d'Alencar), Hugo Mestre Amaro (Dâmaso Salcede), além de João Perry, Laura Soveral, Adriano Luz, Rita Blanco, Catarina Wallenstein e Marcello Urgeghe.  O barítono Jorge Vaz de Carvalho fará a voz de Eça de Queirós, como narrador. A obra conta com um orçamento de € 1,5 milhões, valor alcançado com verbas do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), da RTP, da Câmara Municipal de Lisboa, do Montepio Geral e de uma companhia brasileira.