Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Qua | 28.08.19

A escolha de Costa

narrativadiaria

elisa-ferreira.jpg

O primeiro-ministro, António Costa, escolheu Elisa Ferreira para a ocupar o cargo de comissário europeu por Portugal. A atual vice-governadora do Banco de Portugal sucede assim a Carlos Moedas que foi comissário indicado pelo anterior governo PSD/CDS. A pasta a exercer pela futura comissária europeia será comunicada posteriormente pela presidente eleita da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, que estabeleceu a paridade de género como critério na composição desse órgão.

 

Elisa Ferreira tem 63 anos, é licenciada em Economia, tem um mestrado e um doutoramento pela Universidade de Reading, e é a primeira mulher portuguesa a ocupar o cargo de comissária europeia.

 

Foi nomeada administradora do Banco de Portugal em junho de 2016 e no ano seguinte vice-governadora, cargo que desempenha atualmente. Foi ministra de governos chefiados por António Guterres, primeiro do Ambiente, entre 1995 e 1999, e depois do Planeamento, entre 1999 e 2002, e ocupa, desde setembro de 2017, o cargo de vice-governadora do Banco de Portugal.

 

Foi também vice-presidente executiva da Associação Industrial Portuense (1992-1994) e vice-presidente da Comissão de Coordenação da Região Norte (1989-1992), entidade que integrou em 1979, de acordo com uma biografia disponível na página da Internet do Banco de Portugal.

 

Entre 1989 e 1992, desempenhou funções de vogal do Conselho de Administração do Instituto Nacional de Estatística.

 

Elisa Ferreira foi também deputada ao Parlamento Europeu (2004-2016) integrando ao longo de todo o período a Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários, onde foi também coordenadora (porta-voz) do Grupo Parlamentar dos Socialistas e Democratas.

 

A escolha de António Costa foi aplaudida pelo Presidente da República e por todos os partidos da esquerda à direita, bem como por alguns ex-governantes e pelo antigo presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso.

 

Também o ex-comissário europeu da Ciência e Inovação mostrou-se feliz com a sua sucessora, tecendo vários elogios e salienta que Elisa Ferreira é uma «europeia convicta» e que «foi sempre uma mulher de criar pontes e conseguir consensos» com uma grande para trabalhar nas áreas economicas e finaneiras.

1 comentário

Comentar post