Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Sex | 31.01.14

Ano do Cavalo de Madeira

narrativadiaria

com

O novo ano lunar chinês inicia-se a 31 de janeiro, marcando o início do Ano do Cavalo no zodíaco chinês. Conhecido como Festival da Primavera, o Ano Novo Chinês marca o fim do inverno,sendo o feriado mais importante em toda a Ásia. A data é assinalada com diversos rituais e tradições, como a dança dos dragões, fogos-de-artifício, jantares especiais em família, visitas aos amigos, troca de presentes e muita decorações em tons vermelhos por ser considerada uma cor auspiciosa.

2014 é um ano de Cavalo de madeira – no horóscopo chinês há 12 signos, identificados por animais, sendo que cada um rege um ano, repetindo-se em ciclos de 12 anos. Há também cinco elementos, que dão um tom específico ao signo de cada ano: madeira, fogo, terra, metal e água.

O Cavalo rege o mês de junho, o dia 17 de cada mês, a direção Sul e período das 11h00 às 13h00 que é o horário do pico do sol. Por isso é conotado com o calor, com a energia, com o verão e com tudo que é quente. Dentro da teoria dos cinco elementos chineses (água, fogo, terra, madeira, metal), o Cavalo está inserido no Grupo de Fogo. O último ano de Cavalo de madeira foi em 1954, há 60 anos.

Juntando os elementos Fogo e a Madeira que regerão o ano, podemos prever que teremos muita «lenha para queimar» em 2014. Essa combinação dos elementos remete-nos para a imagem de uma fogueira, onde a madeira alimenta o fogo, que por sua vez reduz tudo em cinzas e que retorna ao solo firme e seguro. Essas são características que encontraremos durante o ano segundo a astrologia chinesa. A imprensa chinesa destaca várias guerras entre a China e o Japão que se iniciaram em anos do Cavalo de madeira (Jiawu), como a de 1894, em que os japoneses derrotaram a frota da dinastia Qing (1644-1911), sendo a primeira vez que o Império do Meio foi batido pelos Trono do Crisântemo. Isto para dizer que, de acordo com a astrologia chinesa, o ano não será pacífico.