Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Dom | 07.09.14

PS está fraturado

narrativadiaria
As eleições para as federações do PS concluíram-se com os candidatos que apoiam António Costa às eleições primárias socialistas vencerem em 10 das 19 estruturas partidárias.

Na votação, declararam apoio a António Costa: Marcos Perestrello (Lisboa), Ana Catarina Mendes (Setúbal), Pedro Nuno Santos (Aveiro), José Miguel Medeiros (Leiria), Carlos Miguel (Oeste), Luís Testa (Portalegre) e Capoulas Santos (Évora). Já os eleitos Mota Andrade (Bragança), José Carpinteiro (Viana do Castelo), José Albano Marques (Guarda) e Pedro do Carmo (Baixo Alentejo) tinham declarado o apoio a António José Seguro nas primárias para escolher o candidato do PS a primeiro-ministro.

Ganharam 10 candidatos apoiantes de António Costa e 9 candidatos apoiantes de António José Seguro. Incluindo Açores a Madeira (que não foram a votos), neste momento, António Costa tem o apoio de 11 Presidentes e Seguro 10. Em sete federações, houve apenas um candidato e listas comuns. Em das federações a disputa foi entre dois apoiantes da mesma candidatura

Apenas em 10 federações existiu assim uma contenda feita numa base aproximada à disputa nacional. No resultado desta disputa, os candidatos de António Costa obtiveram 11762 votos contra 9326 dos apoiantes de António José Seguro.

Em suma, em federações em que houve  confronto entre apoiantes de Costa e Seguro, António Costa ganhou com 56%, vencendo o primeiro round. A prova final será a 28 de Setembro.

Porém, este confronto entre António José Seguro e António Costa, foi tudo menos pacífico, já que se pautou por uma sucessão de fraudes, e toda a espécie de ilegalidades.

Os universos eleitorais das eleições para as federações e para as eleições primárias de 28 de Setembro são distintos. Enquanto para as federações podiam votar 46.229 militantes socialistas (com quotas em dia), segundo dados oficiais do PS, para as primárias poderão votar todos os militantes socialistas (mesmo sem as quotas em dia) e todos os cidadãos que se inscreverem como simpatizantes até dia 12 de Setembro (mais de 55 mil estavam registados até à passada quarta-feira).