Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Seg | 16.03.15

Cavaco antevê um crescimento de 2% da economia em 2015

narrativadiaria

909959.jpg

Em mais um dos seus inúteis  passeios presidenciais, desta vez a Paris, Cavaco Silva não perdeu a oportunidade para mostrar porque é que a sua popularidade anda pelas ruas da amargura.

Na verdade é escandaloso o grau de parcialidade deste Presidente da República. Ainda há poucos dias justificava as dívidas do primeiro-ministro com o «cheiro a eleições» quando os ventos não corriam de feição para Passos Coelho.

Hoje, em Paris, sabendo que a comunicação nacional social faria eco das suas declarações, teve a distinta lata de despir as vestes presidenciais e assumir uma postura de primeiro-ministro na OCDE, tecendo loas às políticas do Governo português, elogiando diversas áreas da governação e realçando o esforço de consolidação orçamental, a aposta nas exportações, com resultados positivos no equilíbrio das finanças públicas e das contas externas, afirmando que «Portugal está a fazer tudo o que lhe compete fazer».

Mas o seu discurso otimista foi mais longe ao antever, qual zandinga, um crescimento de 2%, acima das previsões do governo.

Bom, mas se as afirmações de Cavaco forem tão certeiras como as que fez relativamente ao BES, então estamos conversados!