Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Ter | 23.04.19

Dia Mundial do Livro

Editora-em-Curitiba-Dia-Mundial-do-Livro.jpgO Dia Mundial do Livro também é dia dos Direitos de Autor. A Unesco criou a data para encorajar as pessoas, especialmente os jovens, a descobrirem os prazeres da leitura.


A leitura deve fazer parte da nossa vida. Com cada vez mais informação ao nosso alcance, garantir que possuímos conhecimento suficiente é fundamental para nos desenvolvermos pessoal e profissionalmente. Esse é apenas um dos motivos que faz com que a leitura seja um hábito tão essencial nas nossas vidas. Mas a leitura também estimula a criatividade, a aprendizagem, o interesse por novas áreas do conhecimento, enriquece o vocabulário e desenvolve a escrita. Também promove a criatividade e a capacidade de escrever textos mais longos e explicar ideias mais complexas.

 

Ler também pode ajudar a atingir objetivos, não apenas porque se aprendem mais coisas lendo, mas também porque a leitura pode ser uma fonte de inspiração. Ler sobre histórias de sucesso, por exemplo, faz com que qualquer um se sinta mais preparado e motivado para correr atrás dos seus sonhos.

 

Mas, o contacto com os livros tem que ser uma experiência prazeirosa. E, essa aprendizagem, mais imediata ou mais lenta, não se adequa a nenhum tipo de receita, ou solução pré-concebida. Porque, verdade seja dita, ninguém começa a gostar de ler por obrigação ou imposição e poucas são aqueles que desde cedo desenvolvem esta preferência.


Como fazer então? Mostrando, pelos mais diversos caminhos, que ler pode ser uma fantástica experiência. A aprendizagem sempre foi e sempre será um fator inerente ao crescimento pessoal. Por tentativas e erros, todos nós fazemos o nosso caminho ao longo dos anos, iniciando nas fases mais precoces de desenvolvimento.


As histórias e os contos de fadas, no caso das crianças, têm um valor fundamental nesta evolução, ajudando a estimulação da criatividade e na aquisição das competências necessárias para a aprendizagem do gosto pela leitura e pela escrita.


É importante que desde cedo se tenha contacto com os livros. Um ambiente rico em livros potencia e estimula novos conhecimentos, sejam eles, os mundos das histórias, seja o conhecimento profundo do significado das palavras ou a capacidade de pensar.


É um investimento que vale a pena fazer!