Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Qui | 26.06.14

EnGANAdos

narrativadiaria

 

Após o empate de Portugal com EUA, com o golo de Varela nos derradeiros minutos e depois de se saber que bastava a Alemanha e os EUA empatarem no último jogo para se apurarem para os oitavos de final,  logo se começou a especular  se Alemanha e EUA  não estariam tentados a reeditar o tal Alemanha-Áustria de 1982. Os rumores de um empate combinado entre as duas equipas surgiram porque Klinsmann é amigo de  Joachim Low. Relação que vem desde o Mundial de 2006, quando o atual treinador da Alemanha era auxiliar de Klinsmann. Custa acreditar… afinal ambos são profissionais  e a ética futebolística a isso obriga. Acresce que não será fácil enganar o mundo que tem os olhos postos neste jogo. Mas....tudo pode acontecer. Dentro de campo a Alemanha naturalmente seria a favorita, mas os jogos anteriores não deixam tão certa esta vitória. Porém, mesmo em caso existir um vencedor neste jogo, são grandes as probabilidades de termos estas duas seleções na próxima fase.

No outro lado, Portugal e Gana jogarão tentando manter acesa a esperança na classificação. No caso de Portugal, entre os vários ausentes há o regresso de Pepe. Paulo Bento terá treinado Cristiano Ronaldo a ponta de lança para o encontro de hoje contra o Gana. Em 2013/14, o capitão da seleção portuguesa marcou 51 golos em 47 jogos, pelo que essa decisão, aliada à condição física do jogador, faz sentido. É importante que jogue mais perto da baliza adversária e que esteja  livre de trabalhos defensivos. O apuramento é altamente improvável, mas ainda há algo que os jogadores poderão fazer: sair com dignidade da prova.

O Gana chega a esta fase ainda com possibilidades de passar aos “oitavos”. Com mérito e merecia pelo que já mostrou. A seleção africana foi superior aos Estados Unidos na estreia (1-2) e surpreendeu contra a Alemanha (2-2) — estavam a vencer a 20 minutos do apito final. Atsu, o extremo do FC Porto, tem estado em bom plano, mas os craques são Boateng, André Ayew e Asamoah Gyan. A frescura física e o ataque desconcertante são as armas mais poderosas desta equipa comandada por James Kwesi Appiah.