Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Qua | 18.07.18

Faria 100 anos

 

nelson_centenary_2018.jpg

Celebra-se hoje o centenário do nascimento de Nelson Mandela, ou Madiba como também era conhecido, que faleceu em dezembro de 2013, aos 95 anos.

 

Foi um dos políticos mais conhecidos e respeitados do mundo. É uma figura incontornável do século XX. Ganhou um lugar especial na História da Humanidade que ultrapassa em muito o país ou o continente onde nasceu, graças à sua luta incessante contra o apartheid e a qualquer forma de discriminação, a que se somou a sua capacidade de promover a paz e a reconciliação, legado que continua a inspirar-nos, hoje e sempre.

 

Por isso, celebrar Mandela é sobretudo tornarmos viva a sua herança. Em 2009, a Assembleia-Geral da ONU estabeleceu 18 de julho como «Dia Internacional de Nelson Mandela», data de nascimento do histórico líder sul-africano, convidando todo o mundo a assinalar a efeméride.