Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Dom | 12.10.14

França 2-Portugal 1

narrativadiaria

4206089_6067-305266-01-02.jpg

 A seleção nacional perdeu este sábado frente à França por 2-1, em jogo particular.

A equipa portuguesa entrou apática no jogo e, logo aos três minutos, sofreu um golo. O avançado do Real Madrid aproveitou a passividade da defesa nacional para fazer o primeiro golo do encontro .

 A formação nacional, orientada por Fernando Santos, demorou a encontrar-se no jogo. A França foi sempre mais pressionante na primeira parte e conseguiu criar muitas dificuldades, principalmente aos laterais Cédric Soares e Eliseu que não estiveram bem no jogo (anseia-se pelo regresso de Antunes e Fábio Coentrão).

Já no segundo tempo, a seleção nacional entrou melhor e, logo ao início, Ronaldo teve na cabeça a oportunidade para chegar o golo.  Apesar da boa entrada da equipa lusa, foi mesmo a França a chegar ao segundo golo.

Aos 77 minutos, João Mário, que tinha acabado de substituir Cristiano Ronaldo, é derrubado na área francesa por Pogba e o árbitro assinala o castigo máximo a favor da equipa das quinas. Quaresma, também recém-entrado na partida, não desperdiçou e fixou o resultado final em 2-1.

Da história do jogo fica a entrada fraca de Portugal na partida. Só a partir dos 20 minutos a equipa de Fernando Santos começou a querer disputar a partida e começou a pressionar os franceses. Quando começou a crescer, já na segunda parte e após algumas substituições, o segundo golo deitou por terra o esforço da equipa portuguesa. Importa ainda salientar que Portugal sofreu dois golos em duas falhas coletivas «infantis», o que não é aceitável a este nível de competição. É certo que a equipa está em transformação e todo o processo defensivo  também está a ser reformulado, mas estes erros não podem acontecer sob pena de nos afastar dos objetivos: o apuramento para o Euro 2016.

Apesar da derrota, ficaram algumas boas exibições de Pepe, Ronaldo, Tiago e João Mário.

A equipa portuguesa volta agora à ação na próxima terça-feira, frente à Dinamarca, num jogo a contar para a Fase de Apuramento para o Euro 2016.