Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Sex | 14.02.14

Mas um «inconseguimento» para Assunção Esteves

narrativadiaria
(imagem retirada do Público)

Depois de um depoimento à Rádio Renascença, editado em vídeo  que se tornou-se viral na Net em que Assunção Esteves refere o seu maior medo, o do «inconseguimento» e utiliza expressões como «nível social «frustracional derivado da crise» ou «inconseguimento de a Europa se sentir pouco conseguida» e «não projectar para o mundo o seu soft power sagrado» eis que a presidente da Assembleia da República surge com uma ideia mirabolante, defendendo que o programa de comemorações do 40.º aniversário do 25 de Abril deveria ser «ambicioso» e, como tal, lembrou-se de colocar a hipótese de que se poderia recorrer ao mecenato para financiar a decoração com cravos nas chaimites criados pela artista plástica Joana Vasconcelos.

A proposta obviamente não foi bem acolhida, e desta vez foram os próprios grupos parlamentares a decidir pelo seu «inconseguimento»! Esta ideia fomentada por Assunção Esteves, 2ª figura da Nação, para além de representar a falência dos ideais que se celebram no 25 de Abril, demonstra igualmente a sua falta de sentido de estado. Quando um Estado não é capaz de se honrar a si próprio, o que nos resta?