Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Sex | 21.02.14

Melhore a sua atividade cerebral

narrativadiaria

 

Quer manter uma boa atividade cerebral? Aprender uma segunda língua pode ser uma boa ajuda. Cientistas da Universidade de Edimburgo (Reino Unido) e do Instituto de Ciências Médicas de Nizam em Hyderabad (Índia) descobriram que falar mais de uma língua ajuda a retardar em quase cinco anos o surgimento de demência – e, mostrando-se  mais eficiente do que o efeito de medicamentos.

Os investigadores acreditam que as trocas entre diferentes sons, palavras, conceitos, estruturas gramaticais e normas sociais que os falantes de duas ou mais línguas precisam  de exercitar, acabam sendo uma forma natural de treino do cérebro, fornecendo uma espécie de “reserva cognitiva” que tende a ser mais eficaz do que qualquer prática lúdica, como jogos e outros exercícios.

Para chegar a essa conclusão, os investigadores acompanharam quase 650 pessoas com demência, na Índia, das quais 60% eram bilíngues. Aquelas que falavam mais de uma língua desenvolveram a doença mais tarde que a média dos que apenas falavam uma.

A vantagem de ser bilingue vale inclusivamente para iletrados, o que indica que o efeito não é causado por diferenças na educação formal, nem de género, nem motivado pela ocupação profissional ou de local de residência (por exemplo, se a pessoa vivia no campo ou cidade) como fatores que poderiam influenciar o aparecimento da demência.