Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Dom | 28.02.16

Noite de Óscares 2016

narrativadiaria

19305098_VUoKm.jpeg

A 88ª edição dos Óscares ocorre neste domingo, diretamente de Los Angeles, com apresentação do comediante Chris Rock. A cerimónia será transmitida em Portugal pela SIC e pela SIC Caras, a partir da meia noite.

Mas as nomeações aos prémios mais distintos do mundo da 7ª arte estão a gerar controvérsia. Tudo por que, pelo segundo ano consecutivo, nenhum ator negro foi nomeado nas categorias de representação. Assim, a atriz Jada Pinkett Smith e o realizador Spike Lee já anunciaram que não vão estar presentes na cerimónia . Na sequência das nomeações, a própria presidente da Academia de Artes Cinematográficas, Cheryl Boone Isaacs, afro-americana, reconheceu a desilusão. «Claro que estou desiludida, mas isto não pode tirar a grandiosidade [dos filmes nomeados]. Foi um ótimo ano no cinema. Nunca sabemos o que vai aparecer no papel até vermos», afirmou. Já Charlotte Rampling, que está nomeada para o Óscar de Melhor Atriz pelo seu desempenho em 45 anos, pronunciou-se sobre o boicote à cerimónia dos Óscares. Defende a atriz que o boicote aos Óscares é «racismo contra brancos». «É difícil saber se é o caso, mas talvez os atores negros não mereçam estar na reta final», acrescentou ainda a atriz, recusando a ideia de impor quotas para minorias nos prémios de cinema. «Porquê classificar as pessoas?», argumentou Rampling. 

O desfile na passadeira vermelha antecede a grade noite dos óscares. As estrelas de Hollywood levam meses a escolher o modelo perfeito para desfilar na red carpet da grande noite do cinema norte-americano. São escolhidas as grandes criações de prestigiadas casas da moda e a preparação vai até ao mais ínfimo pormenor. Nada é deixado ao acaso.

O filme O Renascido, de Alejandro Gonzalez Iñárritu indicado em 12 categorias, é considerado o grande favorito da noite, mas há outros que também podem surpreender, a saber: Mad Max: A Estrada da Fúria, de George Miller, tem dez nomeações, Perdido em Marte, de Ridley Scott, sete nomeações, A Ponte dos Espiões, de Steven Spielberg e O Caso Spotlight, de Tom McCarthy, seis nomeações, A Queda de Wall Street, de Adam McKay, cinco nomeações, Quarto, de Lenny Abrahamson, quatro nomeações e Brooklyn, de John Crowley, três nomeações (conheça aqui as nomeações).

O prémio para melhor filme é sempre a ocasião mais aguardada da noite, mas este ano haverá outro momento vivido com grande expectativa - a atribuição do Óscar de Melhor Ator - saber se Leonardo DiCaprio levará, ao fim de cinco nomeações, a tão desejada estatueta dourada para casa.

No ano passado, depois de o ator ter falhado uma vez mais o óscar de melhor ator - estava nomeado por O Lobo de Wall Street -, as reações nas redes sociais subiram de tom com críticas dirigidas à Academia, elogios a DiCaprio, muitas piadas e até montagens em jeito de paródia foram feitas. É que a estatueta foge às mão do ator de Titanic ou O Aviador há vários anos. E se os fãs anseiam ver DiCaprio premiado, o desejo é também partilhado por muitos críticos e profissionais da indústria cinematográfica, os quais entendem que o ator já merecia um Óscar pelos seus desempenhos. 

Será desta que Leonardo DiCaprio consegue alcançar o famigerado prémio? Saberemos amanhã.