Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Qui | 02.10.14

Os bustos da polémica

narrativadiaria

A Assembleia da República acolhe uma exposição de 18 bustos dos Presidentes da República Portugueses, por ocasião das comemorações dos 104 anos da Implantação da República em Portugal.

Denominada «100 anos de presidência», a exposição integra os bustos dos presidentes que marcaram os cem anos da República portuguesa. Esta mostra foi promovida pela Câmara Municipal de Barcelos e contou com o apoio da Comissão de Educação, Ciência e Cultura e estará patente até 31 de outubro, no Andar Nobre do Palácio de S. Bento.

Os partidos de esquerda PCP, BE e PEV exigiram a suspensão da exposição de bustos por considerarem que branqueia o significado histórico e político do Estado Novo.

O mestre oleiro responsável pela criação dos bustos, Joaquim Esteves, classificou de «ridícula e inconcebível» a polémica levantada pelo PCP, BE e PEV. «Não podemos renegar a nossa história e, bem ou mal, goste-se ou não se goste, a verdade é que todos eles foram presidentes da República e, como tal, devem figurar na exposição».

Tristes aqueles que passados 40 anos do 25 de Abril convivem mal com a democracia e, ensombrados com o trauma do fascismo, pretendem reescrever a História de acordo com a sua visão redutora e totalitária.  Mudam nomes de ruas, de pontes... e agora querem banir figuras de Estado. Pode-se gostar ou não, pode-se concordar ou não, mas não se pode é fingir que não aconteceu.

A História é a História e para o bem e para o mal é um património que fica e que deve ser preservado.