Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Ter | 11.02.20

Parasitas foi a grande surpresa dos Óscares 2020

Oscars-Winners-2020-Honoring-The-Best-In-Hollywood

O filme de guerra 1917, de Sam Mendes,  era o grande favorito para vencer o Óscar na categoria de Melhor Filme, na cerimónia dos óscares de 2020, mas a produção sul-coreana realizada por Bong Joon Ho foi a grande surpresa da noite dos Óscares, tornando-se a primeira produção em língua estrangeira a ganhar na categoria nas 92 edições do certame.

 

O sucesso não surgiu do nada. O filme já havia arrecadado uma série de reconhecimentos importantes. Ainda assim, surpreendeu os críticos de cinema a apostadores. E a vitória foi avassaladora. Ganhou estatuetas nas categorias de Melhor Realizador, Melhor Argumento Original e Melhor Filme Estrangeiro.

 

Ainda não vi o filme. Não gosto de ver filmes 'oscarizados' – vá-se lá saber porquê -, mas este conto ver.

 

Quanto ao mais tudo previsível. Renée Zellweger foi a melhor atriz, por Judy e Laura Dern, a melhor atriz secundária, por Marriage Story. Sem surpresas, Joaquín Phoenix ganhou a estatueta pela sua fabulosa interpretação em Joker e Brad Pitt, a de ator secundário por Era Uma Vez em Hollywood, confirmaram o favoritismo.

 

Eis a Lista completa de vencedores:

 

Melhor Filme

“Parasite” 

Melhor Ator

Joaquin Phoenix, “Joker”

Melhor Atriz

Renee Zellweger, “Judy”

 Melhor Realização

Bong Joon Ho, “Parasite” 

Melhor Filme de Animação

“Toy Story 4” 

Melhor Atriz Secundária

Laura Dern, “Marriage Story”

Melhor Guarda Roupa

“Little Women”, Jacqueline Durran 

Melhor Mistura de Som

“1917″ 

Melhor Edição de Som

“Ford v. Ferrari” 

Melhor Curta de Animação

“Hair Love”

Melhor Curta Metragem

“The Neighbor’s Window” 

Melhor Banda Sonora Original

“Joker”

Melhor Ator Secundário

Brad Pitt, “Once Upon a Time… in Hollywood” 

Melhor Montagem

“Ford v Ferrari”, Andrew Buckland e Michael McCusker

Melhor Filme Internacional

“Parasite” 

Melhor Curta Documental

“Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)” 

Melhor Documentário

“American Factory”

Melhor Design de Produção

“Once Upon a Time… in Hollywood”, Barbara Ling e Nancy Haigh 

Melhor Cinematografia

“1917”, Roger Deakins

Melhores Efeitos Visuais

“1917” 

Melhor Caracterização

“Bombshell” 

Melhor Canção Original

“I’m Gonna Love Me Again”, Rocketman 

Melhor Argumento Adaptado

“Jojo Rabbit”, Taika Waititi 

Melhor Argumento Original

“Parasite”, Bong Joon Ho e Han Jin Won

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.