Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Ter | 14.05.19

Passadeiras LGBTI

 

3JJTRHUI.jpg

Depois da polémica com a freguesia de Arroios, em que a autarca, Margarida Martins, não permitiu a colocação das passadeiras arco-íris, por considerar que a medida era ilegal, a freguesia de Campolide decidiu adotar as passadeiras LGBTI para comemorar o Dia Internacional de Luta contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia que se assinala no próximo dia 17 de maio.

 

O autarca de Campolide já mencionou não haver nenhuma questão de legalidade, sendo que as passadeiras têm de estar visíveis, nas faixas brancas. «Nós implementámos as cores do arco-íris nos intervalos. Os regulamentos municipais foram cumpridos», refere.

 

De salientar que a medida já foi aplicada noutros países em ocasiões similares, nomeadamente em Israel, na parada LGBTI de Tel Aviv.