Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Sab | 14.02.15

Portugal foi dos países que concedeu menor ajuda financeira à Grécia

narrativadiaria

1491337_813557638738299_3079141319247528371_o (1).

Pedro Passos Coelho defendeu, na semana passada, que «Portugal é, de longe, o país dentro da União Europeia que, em percentagem do seu produto, maior esforço fez de apoio e solidariedade em relação à Grécia».

Não foi. Portugal está, na verdade, entre os países da zona euro que concederam, até agora, menor volume de empréstimos à Grécia, quer em percentagem do PIB, quer tendo em conta dimensão da sua população como se vê neste gráfico.

A razão para este facto prende-se com a entrada da troika em Portugal: a partir do momento em que o país começou a ser ajudado, ficou naturalmente dispensado dos custos associados à ajuda financeira à Grécia.

A confusão instalada à volta destes números, e que parece ter influenciado o primeiro-ministro, deve-se a dados publicados por um economista da Bloomberg sobre o grau de exposição de cada país da zona euro à dívida grega.

Portugal tem uma exposição total à divida grega de 2.676 milhões de euros (1.106 milhões em empréstimos bilaterais e 1.574 milhões relacionados com o BCE), representando 1,5% do PIB. Apenas quatro países da zona euro estão abaixo de Portugal nesta percentagem: Luxemburgo, Chipre, Letónia e Irlanda.

 No entanto, Portugal está muito longe das percentagens de países como a Eslovénia (3,4%), Espanha e Itália (3%), França (2,5%) e Alemanha (2,4%).

Seria bom que o, primeiro-ministro se documentasse melhor jun to dos seus assessores, antes de proferir quaisquer declarações que o comprometam, sob pena de ser imediatamente desmentido e passar a imagem de manipulador e aldrabão.