Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Qua | 22.05.19

Prémio Camões 2019

img_20190521_210121-890x655.jpg

 

O músico e escritor Chico Buarque da Holanda é o vencedor do Prémio Camões 2019. O Prémio Camões de literatura foi instituído por Portugal e pelo Brasil em 1988, com o objetivo de distinguir um autor de língua portuguesa pelo conjunto da sua obra. Foi atribuído pela primeira vez, em 1989, ao escritor Miguel Torga. Em 2018 o prémio distinguiu o escritor cabo-verdiano Germano Almeida.

 

A eleição de Chico Buarque , segundo o júri, foi definida a partir da qualidade de seu trabalho e também pela «contribuição para a formação cultural de diferentes gerações em todos os países onde se fala a língua portuguesa». Também pelo «caráter multifacetado», uma vez que Chico escreve para teatro, além de romances e da poesia das suas canções.  O seu trabalho atravessou fronteiras e «mantém-se como uma referência fundamental da cultura do mundo contemporâneo», afirmaram os jurados. 

 

Boa Escolha!