Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

19.04.20

25 de Abril em tempo de confinamento

narrativadiaria
Discordo das comemorações do 25 de Abril deste ano, nos moldes que estão a ser organizadas pela Assembleia da República, considerando o contexto de Estado de Emergência e as medidas que estão a ser tomadas de combate à propagação da COVID-19. Assim como sou contra às comemorações do Dia do Trabalhador que impliquem ações de rua e ajuntamentos de pessoas ou qualquer outra comemoração, seja de que natureza for, que envolva a concentração de pessoas, no contexto e (...)
25.04.19

25 de Abril, sempre

narrativadiaria
  Há 45 anos, no dia 25 de abril de 1974, um movimento de militares conseguiu derrubar o regime ditatorial do Estado Novo e deu início à democracia em Portugal.   A Revolução dos Cravos deve, por isso, ser celebrada, hoje e sempre, como um marco de liberdade.
28.04.18

Uma pedrada no chaco

narrativadiaria
Margarida Balseiro Lopes, natural da Marinha Grande, nasceu em 1989, 16 anos após o 25 de Abril. É a recente líder da JSD e foi a escolhida para fazer o discurso em representação do PSD na sessão solene que assinalou os 44 anos do 25 de Abril na Assembleia da República.   O seu discurso inteligente, claro, escorreito e mobilizador, foi como uma pedrada no charco, que me faz ter esperança no futuro e nas novas gerações.   Sem ponta de sectarismo, Margarida Balseiro Lopes (...)
25.04.16

25 de Abril, Sempre!

narrativadiaria
Passaram 42 anos sobre o  25 de Abril de 1974,  uma das datas mais marcantes da História recente do nosso País. Para além de todas as movimentações militares que marcaram este dia e das modificações políticas, económicas e sociais que se seguiram, o 25 de Abril de 1974 também teve um grande impacto nas alterações culturais do nosso país (...)
03.10.15

Período de reflexão eleitoral

narrativadiaria
Entramos naquele período que se convencionou chamar de «de reflexão» no qual a Comissão Nacional de Eleições (CNE) proíbe quaisquer atividades de propaganda eleitoral. A CNE vai ao ponto de proibir a propaganda nas redes sociais, mas, paradoxalmente, permite que cartazes e outdoors das várias forças (...)
28.05.15

Opinião de Pedro Bidarra: «Filhos do 25 de Abril»

narrativadiaria
Este texto de Pedro Bidarra apesar de ter dois anos, só hoje me chegou as mãos. Ainda assim, gostaria que o lessem e por isso partilho-o aqui no blog, porque penso que se matém atual. «Não confio na minha geração nem para se governar a si própria. E temo pela que se segue» Pedro Bidarra |  25/04/2013 | 23:02 «Somos quase todos filhos do 25 de Abril, mas uns são mais filhos do que outros (...)