Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

05.06.17

One Love Manchester

 Depois do atentado terrorista de Manchester, há quase duas semanas, Ariana Grande voltou a cantar naquela cidade. A cantora juntou em palco vários músicos para homenagear as vítimas do atentado terrorista de 22 de maio, entre eles: Justin Bieber, Miley Cyrus, Katy Perry, Black Eyed Peas, Coldplay, Little Mix, Robbie Williams, Liam Gallagher e outros, num concerto memorável. O sucesso deste concerto humanitário não se restringiu apenas à participação de alguns dos nomes mais (...)
15.07.16

Sobre os atentados em Nice

 Quando se julgava que terminado o EURO 2016 a ameaça terrorista tinha acabado, eis que Nice foi palco do segundo ataque terrorista mais mortal que França viveu. Um camião varreu literalmente a multidão que festejava o Dia da Bastilha. Há 84 mortos. pelo menos dez são crianças. Contam-se ainda mais de 100 feridos, 18 deles em estado grave. Infelizmente a (...)
18.01.15

Por que é que tantos são Charlie e quase nenhum é Baga?

 Durante os últimos dias tenho lido aqui e ali que os media deram grande visibilidade aos ataques de Paris e praticamente ignoraram o que passa na Nigéria.Na verdade, na mesma altura do atentado ao jornal Charlie Hebdo, na Nigéria, o Boko Haram, numa ofensiva para controlar uma cidade nigeriana de Baga, fez mais de 2000 (...)
11.09.14

11 de Setembro

 Assinalam-se hoje 13 anos da tragédia do 11 de Setembro. O maior atentado terrorista da história contemporânea.  Cenas de terror e comoção que a humanidade jamais esquecerá.Esta quinta-feira, terá lugar um ritual em que  familiares das vítimas vão juntar-se no local, juntamente com membros da classe política, para guardar momentos de silêncio e ouvir os nomes das quase três mil vítimas.