Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

23.06.15

A bola agora está do lado dos credores europeus

narrativadiaria
O dia de ontem foi agitado em Bruxelas. O governo de Atenas apresentou novas propostas e a bola está agora do lado das lideranças europeias, declarou esta segunda-feira o primeiro-ministro grego. Tudo depende da conclusão a que chegarem quem as instituições europeias (Comissão Europeia, do BCE e do FMI). Alexis Tsipras falava no final da (...)
24.01.15

Passos aplaudiu a compra de dívida por parte do BCE, mas nem sempre foi dessa opinião

narrativadiaria
O Banco Central Europeu (BCE) anunciou que vai comprar mensalmente 60 mil milhões de euros de dívida pública e privada até setembro de 2016. A decisão do BCE foi tomado para travar a espiral deflacionária e repor a inflação próximo dos 2%, devido à descida abrupta do preço dos barris de petróleo juntamente com a recessão europeia decorrente das medidas de austeridade que destruíram o mercado interno, o tecido económico-social e o poder de compra dos países da zona euro. Nest (...)
23.01.15

Eleições na Grécia

narrativadiaria
No próximo domingo, os gregos vão às urnas para escolher um novo governo e as sondagens mais recentes apontam para a vitória do Syriza, o partido da esquerda radical que lidera as intenções de voto. O resultado das eleições gregas lança uma vaga de inquietação nas capitais europeias, pela tremenda incerteza que uma vitória, possível, mas (...)
11.10.14

O olhar de Schauble diz tudo!

narrativadiaria
Neste caso aplica-se na perfeição a célebre frase:«uma boa imagem vale mais do que mil palavras». O modo como o ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schauble, olha para Mario Draghi, o presidente do Banco Central Europeu, cuja política tem vindo a ser objeto de crescentes críticas de Berlim, não (...)
17.05.14

Adeus, Troika

narrativadiaria
   (imagem do Público) Termina hoje, formalmente, o período de vigência do Programa de Ajustamento acordado em 2011 entre o governo português e a troika. Esta intervenção externa aconteceu porque o Estado português deixou de poder financiar-se nos mercados. Três anos volvidos e aqui chegados, após o cumprimento do programa o que verificamos? Que nada de estrutural foi alterado, (...)