Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Seg | 04.05.20

Uso de máscaras obrigatório no Parlamento

mw-1280.jpg

O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, determinou que a partir de hoje será obrigatório o uso de máscara para quem quiser entrar, circular ou permanecer no parlamento, num despacho no âmbito da pandemia de Covid-19.

 

A utilização obrigatória de equipamento de proteção individual na Assembleia da República aplica-se a «deputados, membros do Governo, funcionários parlamentares, membros dos Gabinetes, colaboradores dos Grupos Parlamentares, Serviço de Segurança e a todos os prestadores de serviços, bem como a todos os cidadãos que, por qualquer razão, entrem e circulem nas instalações do Parlamento».

 

Com o início duma primeira fase de desconfinamento e baixando o nível de proteção é expetável que o risco de contágio possa ser maior e como tal faz todo o sentido generalizar o uso de máscaras em ambientes fechados.

 

O estranho de tudo isto é que a medida que vigora a partir de hoje na Assembleia da República tenha partido do seu presidente, o mesmo que há pouco mais de uma semana, nas cerimónias do 25 de Abril recusou liminarmente o uso de máscaras, afirmando: «Então nós íamos mascarados para o 25 de abril?».

 

Já não é apenas a arrogância, é sobretudo a falta de noção e sentido de responsabilidade demonstrada pela segunda figura do Estado que certamente ficará na história pelos piores motivos.

1 comentário

Comentar post