Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Narrativa Diária

Não escrever um romance na «horizontal», com a narrativa de peripécias que entretêm. Escrevê-lo na «vertical», com a vivência intensa do que se sente e perturba. Vergílio Ferreira

Narrativa Diária

Ter | 14.01.14

Vícios privados, públicas virtudes

narrativadiaria

A revista Closer revelou que François Hollande terá alegadamente uma relação amorosa com a actriz Julie  Gayet, mostrando fotos do Presidente francês a chegar a casa da atriz, de scooter e com o seu guarda-costas.

Hollande, de 59 anos, nunca foi casado, mas separou-se em 2007 de Ségolène Royal, sua companheira durante 30 anos e mãe dos  seus quatro filhos. Atualmente vivia com Valérie Trierweiler.

A infidelidade de Hollande e as questões de segurança são  temas que estão a marcar a agenda francesa, bem como o debate sobre o direito à privacidade que passou também a estar na ordem do dia.

Em Portugal, a vida privada dos políticos é também um tema propício a debates na esfera pública. Há contudo uma aceitação tácita instituída: tudo se sabe mas tudo é consentido. No fundo, é como se os pequenos “casos” que eventualmente acontecem, venham acrescentar uma dimensão humana aos políticos e mostrar que não são tão diferentes dos demais cidadãos. Exemplo paradigmático aconteceu com  Francisco Sá Carneiro, que foi alvo de pequenos rumores moralistas e como resultado não só obteve uma maioria absoluta nas eleições, como a sua conduta passou, aos olhos da opinião pública, a ser um olhada  como nobre, de um homem livre que não escondeu os seus afetos.